Constituição v5.0 em português

Constituição da Holacracia v5.0 traduzida para português do Brasil por Pedro Daniel da Silva e revisada por Davi Gabriel da Silva.A versão original (em inglês) pode ser encontrada aqui.

Faça o download da versão em português em PDF.

Preâmbulo

Os “Ratificantes” por meio deste adotam esta “Constituição” como a estrutura de autoridade formal da “Organização” especificada. Ao fazê-lo, os Ratificantes cedem o seu poder para governar e administrar a Organização às regras e aos processos aqui contidos, exceto para os poderes os quais os Ratificantes não têm autoridade para delegar. Os ratificantes ou seus sucessores podem emendar essa Constituição ou revogá-la usando qualquer autoridade com a qual eles contam para adotá-la, desde que qualquer emenda seja feita por escrito.

Qualquer política e sistema existente que a Organização tinha em vigor antes de adotar esta Constituição continua em pleno vigor depois da adoção, contudo eles não podem ser ampliados ou modificados exceto pelas autoridades e processos aqui contidos. Essas políticas de legado e sistemas mais adiante perdem todo o peso e autoridade assim que estes processos de Constituição criarem algo que os substitua ou contradiga.

A Organização pode nomear outros “Parceiros” além dos Ratificantes para auxiliar em sua governança e operações, contanto que tais Parceiros também tenham concordado em cumprir todos os termos relevantes desta Constituição. Dentro dessa restrição, a Organização pode definir como ela concede ou remove o status de Parceiro, a menos que do contrário especificado pelo Ratificantes, e os Ratificantes podem especificar os Parceiros iniciais para a Organização.

Cada Parceiro pode confiar nas autoridades concedidas por esta Constituição até o alcance total que os Ratificantes detinham tais autoridades antes de adotá-la. Todas as responsabilidades e restrições a respeito de um Parceiro vêm desta Constituição e dos resultados de seus processos, e de qualquer dever legal que o Parceiro tem para com a Organização enquanto atuar em seu nome. Nenhuma expectativa implícita ou restrição tem qualquer poder sobre um Parceiro, e nem tem qualquer ordem emitida fora da autoridade concedida por esta Constituição.