Artigo 2: Regras de Cooperação

2.1 Dever de Transparência

Como Parceiro, você tem o dever de fornecer transparência aos Líderes de Papéis na Organização mediante solicitação deles, conforme segue:

  1. Projetos & Próximas-Ações: Você deve compartilhar qualquer Projeto e Próximas-Ações que você está buscando para a Organização.
  2. A Prioridade Relativa: Você deve compartilhar o seu julgamento da prioridade relativa de qualquer Projeto ou Próximas-Ações suas em relação a qualquer coisa concorrendo para a sua atenção.
  3. Projeções: Você deve fornecer uma projeção de quando você espera completar qualquer um dos seus Projetos ou Próximas-Ações. Uma estimativa aproximada é suficiente, considerando o seu contexto e prioridades atuais. Análises detalhadas ou planejamento não é exigido, e essa projeção não é um compromisso de qualquer maneira. A menos que a Governança diga o contrário, você não tem o dever de monitorar a projeção ou informar o destinatário se isso mudar.
  4. Itens de Lista de Verificação: Você deve verificar a conclusão de ações recorrentes que você desempenha para os seus Papéis ou como Parceiro da Organização. Se solicitado, você deve continuar a compartilhar essas verificações regularmente, até que você acredite que elas não sejam mais úteis.
  5. Métricas: Você deve compartilhar qualquer métrica que você coletar em seus Papéis ou como um Parceiro da Organização. Se solicitado, você deve continuar a compartilhar essas métricas regularmente, até que você determine que elas não são mais úteis.
  6. Atualizações de Progresso: Você deve compartilhar um resumo do progresso que você tem feito nos seus Papéis em relação a qualquer um dos seus Projetos desde a última atualização que você compartilhou. Se solicitado, você deve continuar a compartilhar essas atualizações regularmente, até que você determine que elas não são mais úteis.
  7. Outras Informações: Você deve compartilhar qualquer outra informação que esteja prontamente disponível para você e que não causará danos compartilhar.

2.2 Dever de Processamento

Como Parceiro, você tem o dever de prontamente processar mensagens e solicitações dos Líderes de Papéis na Organização, conforme segue:

  1. Solicitações para Esclarecer: Outros podem pedir que você esclareça os próximos passos para qualquer um dos seus Projetos ou para qualquer uma Responsabilidade dos seus Papéis. Você deve então determinar e comunicar uma Próxima-Ação para movê-lo para frente, se houver alguma que você poderia fazer. Se não houver, você deve ao invés compartilhar o que você está esperando antes que você possa tomar uma Próxima-Ação.
  2. Solicitações para Projetos & Próxima-Ações: Outros podem pedir que você tome uma Próxima-Ação específica ou Projeto. Você deve aceitar e rastreá-lo se você acredita que faria sentido trabalhar com relação a um dos seus Papéis ou como Parceiro da Organização, pelo menos na ausência de prioridades concorrentes. Se você não fizer, então ou você deve explicar o seu raciocínio, ou sugerir alguma coisa mais que, ao invés, você acredita que cumprirá o objetivo do requerente.
  3. Solicitações para Impactar o Domínio: Outros podem pedir para impactar um Domínio controlado por um dos seus Papéis. Você deve permitir o impacto se você não vir nenhuma razão que isso reduzirá a sua capacidade de adotar o Propósito do seu Papel ou as Responsabilidades. Se você realmente vir uma razão, você deve explicá-la ao requerente.

2.3 Dever de Priorização

Como Parceiro, você tem o dever de priorizar a sua atenção em alinhamento com o seguinte:

  1. Processamento: Você deve geralmente priorizar o processamento de mensagens de entrada para o seus Papéis dos outros Líderes de Papéis em vez de executar as suas próprias Próximas-Ações. Contudo, você pode atrasar o processamento até que você possa processar a demanda em um momento conveniente, contanto que o seu processamento ainda seja ágil. O processamento inclui o envolvimento em qualquer um dos deveres neste Artigo, e então compartilhar como você processou a mensagem mediante solicitação. O processamento não inclui executar de Próximas-Ações ou Projetos que você capta.
  2. Reuniões: Você deve priorizar participar de qualquer reunião definida nesta Constituição em vez de executar as suas Próximas-Ações, mas somente quando outro Parceiro explicitamente solicitar essa priorização para uma reunião específica. Você pode ainda recusar o pedido se você já tem planos agendados durante o horário da reunião.
  3. Prioridades do Círculo: Ao escolher no que trabalhar em um Papel, você deve considerar qualquer Estratégia oficial ou priorizações relativas àquele Papel, de qualquer um do Círculo que detém aquele Papel, e de qualquer Supercírculo dele. Você deve então tratar essas prioridades oficiais como mais importantes para a Organização do que as suas próprias prioridades individuais ou o seu próprio julgamento das prioridades da Organização. As prioridades oficiais de um Círculo são aquelas definidas pelo Líder de um Círculo, ou por qualquer outro Papel ou processo com a autoridade para resolver conflitos de prioridade e definir Estratégias para aquele Círculo.
  4. Prazos: Se a Governança ou qualquer Estratégia oficial ou a priorização de um Círculo incluir um prazo especificando quando alguma coisa deve ser feita, ninguém pode interpretar isso como uma obrigação para cumprir esse prazo independentemente do impacto de assim fazer isso. Ao invés, você deve interpretar isso como uma priorização oficial de qualquer uma das ações necessárias para cumprir esse prazo em vez de qualquer outra ação para esse Círculo, e agir de acordo. Um Líder de Círculo ou outro Papel ou processo com a autoridade para resolver conflitos de prioridade dos Papéis podem anular essa priorização.

2.4 Acordos de Relacionamento

Como Parceiro, você pode ter “Acordos de Relacionamento” com outros Parceiros. Esses são contratos a respeito de como vocês se relacionarão juntos enquanto trabalharem na Organização, ou a respeito de como vocês desempenharão as suas funções gerais como Parceiros da Organização. Eles podem acrescentar ou esclarecer os deveres neste Artigo, mas eles não podem entrar em conflito com eles.

Os acordos de Relacionamento devem permanecer focados em moldar comportamentos que geralmente sustentam o trabalho; eles não podem definir expectativas de trabalho para fazer em um Papel, nem expectativas sobre como um Parceiro priorizará através de Papéis diferentes. Além disso, eles podem somente especificar atos concretos a serem feitos ou restrições de comportamento a serem honradas; eles não podem incluir promessas para alcançar resultados específicos ou incorporar qualidades abstratas.

Como Parceiro, você pode solicitar um Acordo de Relacionamento de outro Parceiro para as suas próprias preferências pessoais ou para servir um Papel que você desempenhe. Esse Parceiro pode aceitar ou rejeitar o Acordo de Relacionamento solicitado com base nas suas próprias preferências pessoais. A menos que do contrário concordado, qualquer uma das partes pode mais tarde terminar o Acordo de Relacionamento notificando a outra parte.

Como Parceiro, você tem o dever de alinhar o seu comportamento com qualquer um dos Acordos de Relacionamentos escritos que você fez. Qualquer um facilitando uma reunião ou processo para a Organização também pode fazer cumprir esses Acordos de Relacionamento durante essa reunião ou processo, contanto que eles não entrem em conflito com qualquer coisa definida nesta Constituição.