Artigo 4: Autoridade Distribuída

Como Líder de Papel, você tem a autoridade para fazer qualquer ação ou tomar qualquer decisão para realizar o seu Propósito de Papel ou Responsabilidades, contanto que você não descumpra uma regra definida nesta Constituição. Ao priorizar e escolher entre as suas ações potenciais, você pode usar o seu próprio julgamento razoável do valor relativo à Organização de cada um.

4.1 Restrições sobre a Autoridade

Como um Líder de Papel, você deve honrar as seguintes restrições sobre a sua autoridade.

4.1.1 Não viole as Políticas

Enquanto você atua em um Papel, você não pode violar qualquer uma das Políticas do próprio Papel ou de qualquer Círculo que contenha o Papel.

4.1.2 Consiga Permissão antes de Impactar Domínios

No cumprimento do seu Papel, você tem a autoridade para impactar e controlar os seus Domínios de Papel.

Você também pode impactar qualquer Domínio contido por um Círculo que contém o seu Papel e não mais delegou, ou qualquer Domínio que um próprio Círculo possa impactar. Mas se você acredita que o seu impacto será substancialmente difícil ou caro para desfazer, você precisa obter permissão.

Você não pode exercer controle ou causar um impacto material em um Domínio delegado a um Papel ou Círculo que não contenha o seu Papel, a menos que você consiga permissão. Nem você pode fazer isso com um Domínio de propriedade de outra entidade soberana sem a permissão.

Quando você precisar da permissão para impactar um Domínio, você pode consegui-la de quem quer que controle esse Domínio. Você também pode conseguir a permissão anunciando a sua intenção para tomar uma ação específica, e convidando alguém com um Domínio relevante a objetar. Você deve então aguardar um tempo razoável para permitir as respostas. Se ninguém se objetar nesse tempo, você então tem a permissão para impactar qualquer Domínio de propriedade de qualquer Papel na Organização que o seu aviso alcançou. Você pode presumir que um anúncio escrito chegou a quem tipicamente lê as mensagens no canal que você usou. Qualquer permissão assim concedida somente se aplica enquanto se tomar a ação específica que você anunciou. Uma Política pode mudar ou restringir esse processo.

4.1.3 Consiga Autorização antes de Gastar Dinheiro

Você não pode gastar nenhum dinheiro ou outros patrimônios a não ser que você primeiro seja autorizado a fazê-lo. Essa autorização deve vir de um Papel que já tenha o controle desses recursos para fins de gastos. Considera-se gasto se você jogar fora uma propriedade significativa da Organização, ou limitar significativamente qualquer um de seus direitos.

Para ser autorizado a gastar, você deve anunciar a sua intenção em gastar por escrito ao Papel de quem você está buscando a autorização. Você deve compartilhar esse anúncio onde todos os Parceiros servindo de Líderes de Papéis daquele Papel ou dentro desse Papel normalmente o verão. A sua declaração deve incluir a razão para o gasto, e de qual Papel você gastará. Você deve então aguardar um tempo razoável para permitir considerações e respostas. Qualquer destinatário do seu anúncio pode encaminhar o gasto para consideração extra (“escalada”), e você não pode proceder com o gasto se assim for escalado. Contudo, um Líder de Papel do Papel do qual você está buscando a autorização pode anular uma solicitação de escalada, como pode a pessoa que escalou. Uma vez que um tempo razoável passou e não permaneceram solicitações de escalada, o seu Papel ganha o controle desses recursos. Você pode gastá-los para o seu propósito declarado, ou além disso autorizar outros a fazê-lo. O Papel de quem você ganhou essa autorização também perde esse controle, contudo um Líder de Papel daquele Papel pode revogar a autorização a qualquer momento.

Um Política pode mudar esse processo de qualquer maneira, ou diretamente autorizar um Papel para controlar o gasto dos recursos do Círculo.

4.2 Autoridade de Interpretação

Como Parceiro, você pode usar o seu julgamento sensato para interpretar esta Constituição e qualquer coisa sob a autoridade dela. Você pode além disso interpretar como isso se aplica dentro de uma situação específica que você enfrenta, e agir com base nas suas interpretações. Contudo, você deve interpretar toda a Governança no contexto do Propósito e das Responsabilidades do Círculo que a contém, e dentro de qualquer um dos pareceres de interpretação oficiais daquele Círculo ou de qualquer Supercírculo desse. Você não pode usar interpretações que entrem em conflito com aquele contexto ou aqueles pareceres.

4.2.1 Conflitos de Interpretação

Como Parceiro, a sua interpretação desta Constituição e a Governança da Organização pode às vezes entrar em conflito com a de outro Parceiro. Quando isso acontecer, qualquer uma das partes pode pedir ao Secretário de qualquer Círculo afetado para decidir qual interpretação utilizar, e o Secretário é responsável por interpretar a Constituição e qualquer coisa sob a autoridade dela mediante solicitação. Depois que um Secretário responder, todos devem alinhar-se com o parecer do secretário até que o texto relevante ou contexto mude.

Depois de dar o parecer sobre uma interpretação, um Secretário pode publicar o parecer e a lógica por trás dele. Se publicado, o Secretário daquele Círculo e de qualquer um dos Círculos contidos deve tentar alinhar-se com aquela lógica para qualquer parecer futuro. Contudo, um Secretário pode ainda se contradizer uma vez que uma nova situação convincente torne a lógica obsoleta. 

Você pode apelar a interpretação de um Secretário ao Secretário de qualquer Supercírculo. Um Supercírculo pode rejeitar a interpretação de qualquer Secretário de Subcírculo.

4.2.2 Anulando  Governança Inválida

Qualquer Parceiro pode pedir ao Secretário de um Círculo para decidir sobre a validade de qualquer Governança dentro daquele Círculo ou de qualquer Subcírculo desse. Se o Secretário concluir que ela viola as regras desta Constituição, o Secretário deve eliminá-la dos registros do Círculo. Depois de fazer isso, o Secretário deve prontamente comunicar o que eles eliminaram e o porquê a todos os Parceiros que desempenham os Papéis dentro daquele Círculo.

4.3 Iniciativa Individual

Como Parceiro, em alguns casos você está autorizado a tomar “Iniciativa Individual” agindo além da autoridade dos seus Papéis ou infringindo as regras desta Constituição.

4.3.1 Situações Permitidas

Você pode somente tomar iniciativa individual quando todas das seguintes forem verdadeiras:

  1. Você está agindo de boa-fé para cumprir o Propósito ou expressar as Responsabilidades de algum Papel dentro da Organização.
  2. Você acredita que a sua ação resolveria ou evitaria mais Tensões para a Organização do que provavelmente criaria.
  3. A sua ação não causaria a Organização nenhuma gasto além do que você já está autorizado a gastar.
  4. Se a sua ação violasse qualquer uma das Políticas ou Domínios, você acredita que muito valor seria perdido do atraso para conseguir a permissão ou mudança da Governança.

4.3.2 Comunicação & Restauração

Ao tomar Iniciativa Individual, você deve explicar a sua ação a qualquer um dos Líderes de Papéis em quem você acredita que possam ser significativamente impactados. Mediante a solicitação de qualquer Líder de Papel, você deve tomar ações adicionais para resolver qualquer Tensão criada pela sua Iniciativa Individual. Você também deve evitar tomar Iniciativa Individual similar mediante solicitação de qualquer Líder de Papel.

Você deve priorizar a comunicação e a restauração exigida por esta seção em relação ao seu trabalho regular. Contudo, um Líder de Círculo de um Círculo que contém todos os Papéis afetados pela sua ação pode mudar essa prioridade padrão.